Insa – Instituto Nacional do Semiárido

Institucional

Sobre o Insa

O Insa é uma Unidade de Pesquisa integrante do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), com enfoque no Semiárido brasileiro. Como uma instituição federal de pesquisa, o Insa articula, realiza, promove e divulga a Ciência, Tecnologia e Inovação como patrimônios universais para o bem da sociedade e, particularmente, do Semiárido brasileiro. O Instituto também tem inserção internacional como correspondente científico do Brasil junto à Convenção das Nações Unidas para o Combate à Desertificação (UNCCD) e Ponto Focal na América do Sul na Cúpula América do Sul-Países Árabes (ASPA), do Marco de Cooperação nas áreas técnica, científica e tecnológica.

Histórico

O Instituto Nacional do Semiárido (Insa) foi criado através da Lei nº 10.860, de 14 de abril de 2004, como Unidade de Pesquisa integrante da estrutura básica do então Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), na forma do disposto no Decreto nº 5.886, de 6 de setembro de 2006.

O Insa iniciou seu processo de Planejamento Estratégico, com apoio do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), visando ajustar suas metas ao Plano de Ação em Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional (Pact 2007-2010) e ao Plano Plurianual (PPA). Foi um longo processo de construção coletiva, que contou com a participação de 65 instituições e 1.660 especialistas interessados na temática do Semiárido brasileiro. Todo esse processo contribuiu para que fossem elaborados os Planos Diretores da Instituição nos quadriênios 2008-2011 e 2012-2015. Em agosto de 2008, o Insa realizou o primeiro concurso público para composição de parte do seu quadro técnico-científico e administrativo.

O Plano Diretor do Insa para o período 2012-2015 está ajustado à Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (Encti), estabelecida pelo Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI), e ao Plano Plurianual (PPA) do Governo Federal, tendo como pressupostos a busca de ações articuladas entre as unidades de pesquisa, bem como as demais instituições de ensino, pesquisa e extensão atuantes em regiões áridas e semiáridas.

Transcorridos aproximadamente oito anos, desde a lei de sua criação, o Insa está sendo conduzido pelo seu segundo diretor, e sua sede administrativa localiza-se no município de Campina Grande, na Paraíba.

Nossa Missão
Viabilizar soluções interinstitucionais para a realização de ações de pesquisa, formação, difusão e formulação de políticas para a convivência sustentável do Semiárido brasileiro a partir das potencialidades socioeconômicas e ambientais da região.
Visão do Futuro
Ser um instituto de referência até 2030, por meio de ações de articulação e de execução participativa de estudos e pesquisas que sejam relevantes para a construção de um Semiárido social, econômico e ambientalmente sustentável, valorizando suas potencialidades e a sua contribuição para o desenvolvimento do País, fundado nos princípios democráticos da equidade social, da probidade e excelência na gestão administrativa pública.
Funções
As atividades desenvolvidas pelo Insa são baseadas em cinco eixos: articulação, pesquisa, formação, difusão e política. Para isso, o Instituto tem realizado ações para desenvolver e operacionalizar um Sistema de Gestão de Informação e Conhecimento para o Semiárido Brasileiro, associando um banco de dados a um Sistema de Informações Geográficas (SIG), e desenvolver pesquisas colaborativas nas áreas de desertificação e mudanças climáticas, bioprospecção de recursos genéticos vegetais e animais, uso agroindustrial e conservação de cactáceas nativas, uso de águas residuárias e melhoramento genético vegetal e animal.

Pesquisa e Desenvolvimento

    Nossas atividades são baseadas em quatro eixos de sustentação, condizentes com a Estratégia Nacional de Ciência e Tecnologia do Brasil (ENCTI 2012-2015):

  • Promoção da inovação;
  • Novo padrão de financiamento do desenvolvimento científico e tecnológico;
  • Fortalecimento da pesquisa e da infraestrutura científica e tecnológica; e
  • Formação e capacitação de recursos humanos.
  • Neste contexto, o Insa foca sua teoria e prática (a práxis) em seis áreas:

  • Gestão da Informação e Conhecimento;
  • Desertificação;
  • Sistema de produção;
  • Recursos Hídricos;
  • Biodiversidade: conservação e uso sustentável;
  • Desenvolvimento e Tecnologias Sociais.

O Semiárido brasileiro

O Insa atua no Semiárido brasileiro, que se estende por oito estados do Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe) e também pelo norte de Minas Gerais. É uma região rica nos seus mais variados aspectos: sociais, culturais, ambientais e econômicos. Buscamos apresentar sua realidade, sua diversidade e valorizar seus potenciais. No Semiárido brasileiro vivem mais de 22,5 milhões de habitantes, homens e mulheres, adultos e jovens, crianças e idosos que constroem cotidianamente a história da região.

Extensão territorial:
980.133,079 km² (12% do país)

População:
22.598.318 habitantes (11,85% do país)
Urbana: 62% Rural: 38%